01 maio 2012

O Ouro dos Corcundas de Paulo Moreiras - 26 de Maio às 16h00


A abrir
"Desde o princípio do mundo que a inveja cega os homens e toma, nas paixões da alma, vaidoso domicílio. "
in "O Ouro dos Corcundas" de Paulo Moreiras

3 comentários:

Manuel Nunes disse...

Uma grande abertura, ou "incipit", apesar do lapso de transcrição da última palavra. Comprei o livro da Feira, menos de 12 €, é de aproveitar.
Há uma menina que, gulosa como é, leva um bolo de chocolate para a matiné. Eu não faltarei com a garrafa de ginja.

("O Elogio da Ginja", livro de Paulo Moreiras)

Custódia C.C. disse...

Corrigido!!
Isto porque por vezes o pensamento é mais rápido do que os dedos ...

Maria Amélia disse...

Embora dispensasse o bolo de chocolate, não diria o mesmo em relação à JINJA, que será a apregoada genuína, de Alcobaça... Por isso, não podendo participar na Matiné, peço o favor de me guardarem um restinho da dita, para quando me puder juntar ao grupo!
Quanto ao livro, promete, mais não seja pela coincidência de andarmos a tropeçar no Remexido, estirpe de inconformado e revolucionário que boa falta fazia ao actual desgoverno do país!