25 abril 2013

"SATIRICON"- histórias dentro da história

História da matrona de Éfeso, plena de sugestões e ensinamentos, narrada por Eumolpo na parte V dos fragmentos de Satiricon. De grande perspicácia e pragmatismo a interrogação da serva para a sua senhora: “Irás tu própria combater um amor que te agrada?”.

3 comentários:

Custódia C.C. disse...

Quando li este episódio pensei ... é mesmo verdade que não há fome que não dê em fartura :)

Paula M. disse...

Pois, a vida continua, qual Fénix que renasce das cinzas. Conclusão: a virtuosa e amantíssima Matrona preferiu sacrificar o morto do que causar a morte ao vivo e ficar sem nenhum, pelo menos nesta vida. Mas também já li que é uma crítica velada à inconstância feminina. Já uma mulher n/ pode ser pragmática!

Manuel Nunes disse...

As minhas amigas não deixam escapar nada. -- E o que me dizem da história do efebo de Pérgamo, vivida e narrada pelo mesmo Eumolpo?
Injustas as ofensas que recebia da turba ignara. Podia não ser um grande poeta, mas era um esteta, um amante da beleza que vivia em comunhão com a arte. E senhor de um testamento notável!