29 outubro 2013

O D.QUIXOTE DO SEGUNDO LIVRO

DULCINEIA DEL TOBOSO, Monumento a Cervantes, Praça de Espanha, Madrid. Escultura de Federico Coullant-Valera (1912-1989).
 
“ – Sobre isso há muito que dizer – respondeu D. Quixote – Deus sabe se há Dulcineia ou não no mundo, ou se é fantástica, ou não é fantástica; e estas não são das coisas cuja averiguação se há-de levar até ao fim.”
Livro II, Cap XXXII, lido ontem na Comunidade “Ler Dom Quixote”, excepcionalmente no Palácio Marquês de Pombal, Rua do Século, Lisboa.


Nenhum comentário: