28 outubro 2013

PLANO DE LEITURAS DE 2014

Autor: DANTE CATELANI (1945, São Domingos do Sul, RS, Brasil)
 
 
1º trimestre – Literatura de expressão Portuguesa
31 Janeiro – Bastardos do Sol, de Urbano Tavares Rodrigues
28 Fevereiro – Terra Sonâmbula, de Mia Couto
28 Março - Oríon, de Mário Cláudio
2º trimestre – O tempo de D. João V, leituras prodigiosas
17 Abril – Memorial do Convento, de José Saramago
30 Maio – O Judeu, de Bernardo Santareno
27 Junho – A Redenção das Águas, de Carlos Querido
3º trimestre – Literatura de expressão Francesa
25 Julho – Como a Água que Corre, de Marguerite Yourcenar
29 Agosto – O Tartufo, de Molière
26 Setembro – Germinal, de Émile Zola
4º trimestre – Literatura do mundo
31 Outubro – A Insustentável Leveza do Ser, de Milan Kundera
28 Novembro – O Elefante Evapora-se, de Haruki Murakami
19 Dezembro – Amor em Tempos de Cólera, de Gabriel Garcia Marquez
 


8 comentários:

Tertulia XXI disse...

LOE 2014 - Leituras Óptimas Escolhidas para 2014

Joca disse...

Um ano de leituras cheias e em cheio, digo eu.

Maria Amélia disse...

Saudando a chegada do teatro, a homenagem a U. Tavares Rodrigues e o tema do Prodigioso, verifico uma certa concentração de leituras minhas-menos-apetecidas no último trimestre a convidar a alguma deriva.

Joca disse...

Amélia, quantos livros já li,e outros que hei-de ler, de leituras minhas-menos-apetecidas só para continuar a participar de forma activa nesta Comunidade de leitores! :)

MANUEL JOSÉ disse...

Então e eu que quase entrava em estado apopléctico com o Murakami. Felizmente que tinha uma enfermeira por perto, sabia que ela me prestaria os primeiros socorros: massagem cardíaca, respiração assistida, essas coisas…
Temos de viver com o bom e o menos bom, com o entusiasmante e o descoroçoante, com o certo e o incerto. Desfaçamos as nuvens negras nas nossas mentes de leitores. Se até os elefantes se evaporam…

Maria Amélia disse...

Desculpem, mas permitem-me imaginar outras explicações, vindas do vosso oposto, quer dizer, do oposto à fidelidade à leitura proposta? E acrescentaria: vossas senhorias têm grandes queixas aqui da Maria?

Anônimo disse...

Bia ousa...

usar as palavras de José Luís Peixoto:

"O gosto, mesmo tratando-se de literatura, nunca se pauta exclusivamente pelos critérios de qualidade literária. E eu, obviamente, não sou um manual de teoria da literatura. Sou uma pessoa."

Lau disse...


Tudo bons escritores. revisitarei alguns com gosto. outros são leituras da minha vida que já tardam: O Judeu p.e. Estou a pensar levar protector solar para o livro de Janeiro ? concordam.