20 janeiro 2014

"... e na Itália pintam a luz" - HENRIQUE POUSÃO

Excerto de um artigo interessante que pode ser consultado no endereço indicado. Reproduzem-se algumas pinturas do grande artista.
O pintor Henrique Pousão (1859-1884) foi um artista singular na arte portuguesa do século XIX, que na sua breve carreira descobriu uma via original no seio da pintura do Naturalismo, finalmente triunfante nas academias do Porto e de Lisboa no último quartel do século. A sua pesquisa ampliou as possibilidades de um estilo que cedo se normalizara na descrição e no inventário de temas ruralistas, abrindo-o a valores autónomos e a um cosmopolitismo que desenvolveu em contexto internacional.
Pensionista do Estado português no estrangeiro, a partir de 1880, nos três anos seguintes Pousão absorve com rara sensibilidade os estímulos dos diferentes locais onde estuda, em Paris, Roma, Nápoles e na ilha de Capri, reinventando com originalidade os modelos tradicionais da paisagem e da pintura de costumes. É um percurso fulgurante que será interrompido com a sua morte precoce, aos 25 anos de idade, sem poder terminar o terceiro ano de estudos no estrangeiro.



 

3 comentários:

Custódia C.C. disse...

Morte tão prematura, quando se percebe que poderia ter tanto para dar à pintura portuguesa ...

Manuel J. M. Nunes disse...

As pinturas de Henrique Pousão podem ser vistas no Museu do Chiado (as que estiverem expostas) e no Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto. Um grande museu, visita obrigatória para quem passe pela Invicta.(Deixem-me lá pensar: a última vez foi no ano da exposição Leonardo Da Vinci no Porto. 2007 ? Como o tempo passa! :( :) )

Paula M. disse...

Gosto muito das «Casas Brancas de Capri»: tem luz, evoca calor, sabe a Sul...