28 março 2014

"ORíON", DE MÁRIO CLÁUDIO, E ALGUNS CASAMENTOS REAIS

 D. Leonor de Áustria
D. Catarina de Áustria
 
“Corria o ano da Graça de mil quinhentos e vinte e nove, sendo Rei de Portugal D. João III, aquele infeliz soberano que vira a noiva dilecta consorciada com o que o gerara.”
 
MÁRIO CLAÚDIO, Oríon , 1ª edição, Lisboa, Publicações D. Quixote, 2003, p. 102.
 
D. Leonor de Áustria (1498-1558), irmã de Carlos V, foi prometida desde muito cedo ao infante D. João, herdeiro de D. Manuel I.
Porém, tendo enviuvado pela segunda vez, tomou-a para si o rei Venturoso (casamento em 1518). Diz-se que pretendeu reforçar os laços da coroa portuguesa com a poderosa casa de Áustria. A sua filha D. Isabel foi prometida a Carlos V e ao que viria a ser D. João III foi-lhe dada, em substituição daquela que o pai lhe arrebatara, D. Catarina de Áustria (1507-1578), outra irmã do imperador. A acreditar nos retratos, pode ver-se quem ficou a ganhar.


2 comentários:

Custódia C.C. disse...

Digamos que D. Manuel teve olho de lince ...

Maria Amélia disse...

E digamos qual se parece mais com a mais-que-tudo, Scarlett Johansson...