07 abril 2014

DOMENICO SCARLATTI - SONATA PARA CRAVO


DOMENICO SCARLATTI (1685-1757), em Lisboa nos anos de 1720 e 1721 como professor de música da infanta Maria Magdalena Bárbara Xavier Leonor Antónia Josefa de Bragança, filha de D. João V, futura rainha consorte de Espanha.
 
"Ao fim de uma hora levantou-se Scarlatti do cravo, cobriu-o com um pano de vela, e depois disse para Baltasar e Blimunda, que tinham interrompido o trabalho, Se a passarola do padre Bartolomeu de Gusmão chegar a voar um dia, gostaria de ir nela e tocar no céu, e Blimunda respondeu, Voando a máquina, todo o céu será música, e Baltasar, lembrando-se da guerra, Se não for inferno todo o céu."
 
JOSÉ SARAMAGO, Memorial do Convento
 

Um comentário:

Custódia C.C. disse...

Passarola, cravo, Blimunda, Baltasar ... uma bela cadência musical :)