15 março 2013

LÍDIA


Tinha na boca o rumor dos regatos e o hálito das urzes
na solidão das fragas. Percorria-lhe a pele o vento
cálido do desejo, o fervor sensual
dos pousios da carne.
 
Flor da montanha insciente e pura,
como podia saber, qual vedor de mistérios,
do olho de sangue
que à sua porta crescia?


Nota: Lídia é personagem de Miguel Torga no conto "Amor" de Contos da Montanha.

Nenhum comentário: